top of page
ebo-0054_20180816144703.jpg

Viva Magenta: dicas e ideias para usar a cor da Pantone na decoração

Deixe sua casa ainda mais moderna com a cor do ano eleita pela Pantone; confira os conselhos de profissionais para combinar o tom.

Por Evelyn Nogueira | Revista Casa e Jardim


O sofá em L ganha destaque com a tonalidade. Projeto da arquiteta Ana Rozenblit, da Spaço Interior /Fotos: Kadu Lopes / Divulgação


Escolhida como cor do ano para 2023 pela Pantone, o Viva Magenta vem dos tons de vermelho,e é uma nuance pulsante, que pode incentivar a celebração, a alegria e o otimismo. Para incluir o tom na decoração, separamos algumas dicas para usar dentro de casa.



Combinação

Para a arquiteta Patricia Penna, essa é uma cor que traz muita personalidade e pode remeter ao universo feminino e à transformação. Se você deseja que o tom se sobressaia no décor, a dica é usar verde, marrom, tons de cinza e fendi, que harmonizam bem com a tonalidade.


O móvel planejado da cozinha se destaca. A madeira e o sofá cinza complementam bem o décor. Projeto da arquiteta Marina Carvalho — Foto: Evelyn Müller / Divulgação


Nos móveis e planejados

Lorena Santos, arquiteta do Grupo A.Yoshii pontua: "Versatilidade é a palavra de ordem na hora de compor a decoração de um ambiente usando o Viva Magenta. A cor traz um charme especial às decorações, completando o ambiente de forma ímpar". Aposte no tom nas poltronas, nas cadeiras e no sofá, e combine com tonalidades sóbrias para atingir o equilíbrio.


Nos ambientes

Para a arquiteta Carina Dal Fabbro, não há limites para usar o tom. Pode aparecer em quartos, salas e cozinhas, sem pesar a decoração. O tom pode estar em cabeceiras, em uma parede e até mesmo nos pequenos objetos decorativos.


Mesmo se tratando de uma cor vibrante e forte, o Viva Magenta promove aconchego neste quarto projetado pela arquiteta Patrícia Penna — Foto: Leandro Moraes / Divulgação


Paisagismo e arranjos

Lorena explica que a cor complementar do Viva Magenta é o verde, segundo o círculo cromático. Por isso, o tom é ideal para projetos paisagísticos. Folhagens roxas avermelhadas, como lambari roxo, colocásia, esculenta-roxa, abacaxi-roxo e trapoeraba-roxa, são boas apostas. Para dentro de casa, vale combinar arranjos com cores primárias.


Em destaque

Por se tratar de uma cor quente, a designer de interiores Giseli Koraicho, da Infinity Spaces Arquitetura, sugere escolher uma peça em especial para usar o tom e deixá-la com destaque. Pode ser em um móvel, pufe ou tapete, deixando o restante da decoração neutra e equilibrada.


O escritório escritório Beatriz Quinelato Arquitetura apostou em cerâmicas hexagonais com a tonalidade para revestir o piso e a parede do banheiro — Foto: Luis Gomes / Divulgação


Nas paredes, nos pisos e no teto

Para quem deseja dar mais destaque à cor, o papel de parede pode ser uma ótima solução para mudar o visual do ambiente. Se deseja aplicar a nuance no piso, no teto, ou até mesmo na parede, mas com menor destaque, combine com tons sóbrios.

11 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page