top of page
ebo-0054_20180816144703.jpg

Corrimão: proteção e beleza na arquitetura de escadas

Designer de interiores Giseli Koraicho detalha os tipos existentes e quais são os critérios avaliados para a definição do melhor modelo para os projetos.


É fato que todos os detalhes são essenciais nos projetos. Revestimentos, pintura e peças decorativas são alguns dos elementos mais lembrados, porém alguns acabam ficando em segundo plano ou passam despercebidos, como é o caso do corrimão. Parte imprescindível da escada, ele pode não ser o destaque, mas a segurança que promove faz toda a diferença para uma rotina tranquila no imóvel.


Estética e segurança são as palavras chaves para um corrimão eficiente. Neste projeto, a designer de interiores Giseli Koraicho incluiu uma proteção de madeira no guarda-corpo de vidro para fazer as vezes de corrimão, sem perder os atributos principais desse item indispensável nas escadas | Foto: Dotta – Foto:


“Ele é de grande importância para escadas e rampas, podendo sim unir estética e funcionalidade. Dessa forma, inserimos o elemento com parte integrante do décor e ornamentação dos espaços, sejam eles internos ou externos”, explica a designer de interiores Giseli Koraicho, do Infinity Spaces Arquitetura e Interiores. Ela ressalta que, para haver essa fusão dos atributos, o profissional precisa analisar o modelo que melhor atenderá dentro das possibilidades e demandas do projeto.


Como escolher o corrimão ideal?

Na escada que dá acesso a ala íntima do apartamento, a designer de interiores Giseli Koraicho elegeu a madeira que, além de segura, harmonizou com a estética da escada composta por estrutura metálica e degrau com o mesmo material | Foto: JP ImageFoto:


Experiente, Giseli pontua que antes de elevar o critério beleza para o topo da lista, faz-se necessário avaliar primeiramente outros fatores como resistência, estabilidade e forma, pois a proteção é primordial para a usabilidade segura do corrimão.


Com diversos modelos no mercado, ela analisa qual tipologia faz mais sentido com o projeto, já que o elemento atribui personalidade ao décor. “Residências com estilos mais clássicos pedem pela madeira, enquanto as mais contemporâneas se alinham muito bem com o cromado, aço inox e alumínio”, orienta.


Tipos de materiais

  • Inox: Resistente e durável, praticamente não necessita de muita manutenção e possibilita criar formas e volumes diferenciados, de acordo com o projeto.

  • Alumínio: Assim como o inox, também se destaca por sua resistência e traduz-se como uma ótima opção para quem deseja ter uma decoração moderna e sofisticada.

  • Madeira: é um dos mais utilizados nos projetos residenciais por conta de sua beleza e durabilidade. Versátil, integra diversos estilos de decoração.

  • Ferro: Para quem quer um visual industrial ou retrô, é altamente resistente e moldável em diferentes ambientes. Se aplicado internamente, tende a sofrer menos desgaste.

  • Corda: Ideal para decoração de interiores, especialmente nas propostas mais despojadas. Podem ser de fibra natural ou de aço, a depender da proposta, e é sugerido para áreas internas.

Segurança é essencial

Além da questão estética, é essencial pensar na estrutura do corrimão para garantir o resguardo na escada – primordial para residências com crianças, mulheres grávidas, idosos e portadores de necessidades especiais. Além disso, deve suportar cargas pesadas em qualquer ponto de sua extensão.


Na instalação, a altura do corrimão em escadas e rampas deve ser de, no mínimo, 92 cm em relação ao piso e um afastamento entre 4 e 10 cm da parede. A fixação é realizada pela lateral para facilitar o correr das mãos e uma dica importante é verificar se a parede tem espessura suficiente para aguentar os esforços que serão executados na escada.


Limpeza e manutenção

Em mais esse projeto assinado pela designer de interiores Giseli Koraicho, o guarda-corpo conta com montantes em inox que entregam mais segurança aos moradores | Foto: DottaFoto:


Todos os tipos de corrimões precisam de limpeza e manutenção para garantir um melhor amparo e estética. Os modelos de madeira, por exemplo, carecem de uma manutenção periódica por meio da aplicação de produtos como verniz ou tinta marítima, que protege contra água. O corrimão de ferro é outro que necessita de cuidados regulares para evitar o aparecimento de ferrugem. “Modelos de vidro, inox, corda e alumínio são mais tranquilos nesse sentido e a limpeza regular é suficiente por meio do emprego de água e sabão”, conclui Giseli.

2 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page